A pior mãe do mundo

A pior mãe do mundo é aquela que, não só se sente melhor do que as outras, mas faz questão de julgá-las, humilhá-las, fazer com que se sintam mal por terem opiniões distintas.

Não existe maldade maior com uma criança do que fazer com que sua mãe sinta que talvez não seja boa o suficiente – porque as mães, mesmo com seus limites e defeitos, sempre são o melhor que elas podem ser e isso basta para as crianças.

(P.S.: não quero entrar em discussões sobre as loucas que torturam crianças, nem sobre as doidas que as matam, mutilam, etc. Casos da psiquiatria são da psiquiatria. Falo do cotidiano, do possível, do comum.)

Anúncios

7 pensamentos sobre “A pior mãe do mundo

  1. quem foi que maltratou minha filhoca querida, uma mãe super do bem???? quem foi? fala que eu vou lá bater na cara dela (opps, Swami não gosta disso…) – quer dizer, eu vou lá explicar que a divindade está em todos e deve ser respeitada e que não devemos nos sentir inferiores e, desse modo, agir agressivamente contra nossos semelhantes com palavras, gestos ou ações!!!

  2. Amor, o que é o melhor do mundo pra você pode não ser o melhor do mundo pra mim. O conceito de pior mãe do mundo pra você pode não ser (e eu tenho quase certeza que não é) do mesmo do Cauê e da Catarina. Sabe porque? Por que essas questões de valores são criadas de acordo com uma série de quesitos imponderáveis que estão no inconsciente de cada pessoa. Pode ser, meu anjo, e eu acredito nisso… rs… que seus filhos nem tenham tais questionamentos no futuro (claro, porque hoje são crianças e não pensam muito, apenas sentem). Acho mesmo que as encanações de “boa mãe”, “mãe ruim”, “mãe joinha”, “mãe nota 10”, “mãe perfeita o tempo todo”, “se não amamentei por 335 meses sou ‘menAs’ mãe” estão todas dentro da sua cabeça. E se eu tenho a liberdade [e petulância que me é peculiar…rs] de te dar um conselho: tente frear a verbalização e discussão desse tema que é tão latente em você, senão de tanto falar, uma hora o discurso gruda no inconsciente de seus filhos. Vai que, né?……..

  3. Quando escrevi o texto, estava pensando em uma amiga que sofreu com isso recentemente. Dessa vez, não fui eu! hahahaha É que eu fico indignada como as pessoas gostam de torturar as outras com o conceito de melhor e pior. “Você não sabe o que está fazendo” “Seus filhos pagarão muito caro por isso” são colocações muito complicadas, porque, no fundo, todo mundo tem limites e, com certeza, esses limites serão a tônica para discussões futuras com os filhos. Acho que mais vale a intenção do amor, a percepção das atitudes. E se a mãe realmente estiver fazendo mal para a criança, acho que há muitos modos de se falar… mas nunca com o tom rancoroso e humilhante querendo colocá-la como ignorante.

    • Sim, concordo em gênero, número e Glau :p Mas, um pensamento que me veio à cabeça agora: só é torturado quem se deixa torturar! Porque se o que vem de fora não faz sentido pra mim, não cabe no meu mundo, não é meu número de carapuça, simplesmente passa batido 😉

  4. É sempre tem alguém para se auto afirmar em baseado no que considera defeito no próximo. E nós mães muitas vezes recebemos estes conselhos né de familiares amigos e conhecidos, como se suas receitas fossem infalíveis, daí para dizerem que estamos agindo errado é só um passinho. Nós tentamos fazer o melhor que as vezes não é o suficiente na opinião do próximo, mas quer saber, eu concordo com a Glauciana , pois eu mesma sei que dou o meu melhor como mãe, então tem coisas que entram por um ouvido e saem pelo outro, outras absorvo e pratico e por fim outras eu já corto no começo para que a pessoa não se sinta na liberdade de invadir minhas decisões em relação a meu filho e assim vou tentando desvendar este grande mistério de ser mãe e conviver com aqueles que já são pais a mais tempo que eu , pois não imaginava antes que alguns destes conselhos pudessem ser tão irritantes rsrsrsrs. Bjs

  5. Oi, Sofia não se sinta assim. Levanta a cabeça e deixa tudo de lado o que importa é você e sua família. Isso tudo é inveja e querer se valorizar deixando você por baixo.

    Bjssssssssssssssssssss, Dani Cardão.

Só é um Buteco se tiver conversa! Vem, deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s