Feijão de vó – ou Feijão da Ana Maria

Eu sempre tive dificuldade em cozinhar feijão – não entendia como “funcionava”, então, ou queimava, ou ficava muito aguado.

Depois que me casei, passei a fazer feijões mais aceitáveis, mas nunca acertei o tempero.

Outro dia, quando estava no médico, vi a Ana Maria passando uma receita de feijão que me pareceu deliciosa: quando cheguei em casa, fiz e adorei. Comentário do marido: o melhor feijão que já comi na minha vida!!

O link para a receita é este aqui.

As minhas conclusões e tentativas sobre esta receita:

Trabalho: grande

Tempo: demorado, muito demorado

Bom para fazer: final de semana para comer durante a semana

Receita original:          entendi,

fácil;

acertei;

mudei.

Algumas dicas:

  • se não puder deixar de um dia para o outro, ferva o feijão por uns 20 minutos no início além dos recomendados na receita;
  • não faço tão gorduroso, coloco só calabresa ou bacon;
  • tem que ter tempo. Ainda assim, quando estou atrasada, na hora de temperar o feijão, eu coloco todos os temperos indicados.
  • para cozinhar os legumes mais rápido, eu os ralo ao invés de picá-los…

Um pensamento sobre “Feijão de vó – ou Feijão da Ana Maria

  1. Primeira vez que comento por aqui, mas é que fiz feijão hoje!!!! Gosto muito da sua autenticidade!!! Parabéns pelo blog!

    Feijão sempre foi o forte da minha mãe. Sempre me orgulhei dele. E, mesmo sem querer, acabei aprendendo o jeito do tempero dele. E cozinhar também é muito mais fácil do que essa receita da Ana Maria (complicada demais…)

    Fiz feijão hoje pro almoço! E como eu sou carioca, mesmo morando em São Paulo, continuo comendo feijão preto, acho muito mais bacana – mas o tempo de cozimento é o mesmo do carioquinha, vai do gosto da freguesa…
    É assim:
    1kg de feijão escolhido e lavado
    3 ou 4 folhas de louro
    1 linguiça calabresa em fatias
    2 cebolas picadas
    5 ou 6 dentes de alho picado ou amassado
    bacon – se quiser
    sal à gosto

    Na panela de pressão grande, coloque água pra esquentar até começar a fazer bolhinhas. Deve ser ela quase cheia, tá?! Quando começar a aparecer as bolhas, desligue o fogo e coloque o feijão, as folhas de louro e a calabresa em fatias. Tampe a panela e conte 15 minutos. Com o fogo desligado, mesmo.
    Depois desses 15 minutos, ligue o fogo. Quando começar a sair a pressão, conte mais 15 minutos. Pronto! Está cozido!!!!
    Vamos ao tempero:
    Você pode temperar o feijão todo e depois congelá-lo em porções menores, ou congelá-lo sem tempero e temperar quando for comer. Dá um ar mais de fresquinho (embora aqui em casa a gente não veja diferença. Eu tempero tudo junto e depois congelo). Coloque sal na panela do feijão. Pra 1kg eu coloquei 1 colher de sopa cheia, mais ou menos. Experimente pra ver se está do seu gosto. Frite em uma frigideira as cebolas picadas com um pouco de óleo (se for usar bacon, dispense o óleo). Depois que a cebola já estiver meio transparente, coloque o alho picado e frite também. Quando estiver ficando moreninho, coloque no feijão e deixe ferver mais um pouquinho pra pegar o gosto. Fica uma delícia e é super fácil…
    Experimente fazer assim uma vez. É fácil, mesmo!!!!!!!!!
    Depois, se vc não quiser fazer 1kg de feijão de uma vez, experimente fazer 1/2kg, também dá, e o processo é o mesmo. Vc só coloca menos água, e diminui o tempero pela metade…
    Boa sorte!!!

Só é um Buteco se tiver conversa! Vem, deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s