Os remos e o relacionamento

Tenho uma amiga que sempre diz que as mulheres são aquelas que cuidam do relacionamento. Eu sempre sofro quando ela me diz isso, porque vivo descuidada e fico querendo muito mais namoro no meu casamento, esperando que isso parta do outro e não de mim.

Ontem à noite, reclamando com meus cá botões, pensava em escrever um texto sobre como para que um relacionamento vá para frente é necessário que as duas pessoas remem – se só um remar, o barco fica girando, não é mesmo? Eu já tinha até o começo do texto “Eu nunca entrei num barco ou segurei um remo, mas percebo, nos relacionamentos…”

Eu estava cansada, precisando de momentos só meus, com dores nas costas, sem banho, brava porque o marido havia prometido uma massagem e já dormia no sofá, enquanto um filho precisava de banho e cama e a outra – pra variar – queria mamar.

Mal-humorada, acordei o marido, pedi que ele cuidasse do mais velho e amamentei a pequena. Depois de alimentá-la, entreguei-a ao bem e fui tomar um banho. E foi lá que lembrei do que a amiga diz. Resolvi caprichar.

Saí do banho, passei creme hidratante, escovei os dentes e chamei o querido para cumprir sua promessa. É lógico que eu tinha segundas intenções. Ele veio com uma má vontade, coitado, querendo apenas cumprir o que havia prometido porque sabia o quanto eu estava cansada. Surpreendentemente – ou não – , deu certo. Ganhei uma massagem e namorei, matando dois coelhos com uma só cajadada…

É, amiga, você tinha razão. Eu podia ter passado a noite toda reclamando internamente – e, depois, aqui no blog. Entretanto, ao resolver fazer diferente, pude entender o que você diz. É bem verdade que ambos precisam remar juntos, mas o fato é que, algumas vezes – talvez muitas -, um dos dois precisa ser aquele motorzinho que faz o barco seguir adiante.

Anúncios

8 pensamentos sobre “Os remos e o relacionamento

  1. Sof,adorei,estou precisando ser esse motorzinho,pois aqui não tem ninguém remando…às vezes vou deixando pra lá,mas fica complicado…Bjs e obrigada pela “remada” q deu na minha cabeça…rsrsrsrs

  2. Ah, sei bem do que você está falando. Esse ‘dar o primeiro passo’ às vezes faz milagres e muda o nosso astral completamente! E tenho certeza de que, em outras ocasiões, já partiu dele também… isso é remar junto!

    • Esses últimos 2 dias tem sido dias de quebrar remos na cabeça um do outro!!! rsrs
      Fazia muitooo tempo que eu não tinha uma TPM tão nervosa como essa. E nestes dias é complicado nosso relacionamento. Sei que não sou fácil normalmente, nesses dias então: fujam para as montanhas!!! Mas brincadeiras a parte, depois de muita discussão e conflitos, peguei meu remo, entreguei e do “bem” ao “bem” e lá saímos nós, para mais alguns kms de remagem.
      Obrigada pela dica num dia que eu realmente precisava!!
      Bjos!!!

  3. Pingback: Hoje estou assim (ou vou assim?) « Buteco Feminino – Mesa para Conversa de Mulher

  4. É assim mesmo, nos relacionamentos os 2 devem estar engajados, senão a coisa fica feia.

    Pois estamos sempre querendo que o marido seja mais romântico, demonstre mais seu amor, mas nós ficamos paradas esperando….isso não pode. Temos ( e devemos ) tomar a iniciativa de vez em quando para eles perceberem tb que gostamos disso!

    Bjos

    Elaina #amigacomenta
    http://www.vidademae.net/

Só é um Buteco se tiver conversa! Vem, deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s