O nome que queria dar a meus filhos

Por mais que se procure, não há nomes que expressem a beleza, a infinitude do que sinto em relação aos meus filhos. As palavras, apesar de tantas, apesar de maravilhosas, não dão conta do que me preenche ao olhar para cada um desses rostinhos que estavam bem dentro de mim.

A arte, esta sim, consegue me aproximar de como eu gostaria de chamá-los. Aquela sensação de perder o fôlego, aquele minuto em que se inspira e não se solta o ar, porque o que vemos, ouvimos, sentimos é belo demais para que acabe, o infinito ampliando em alguns segundos, tornando maior e mais suprema a alma de quem ali está. Qual a palavra, qual o nome para este sentimento? É essa sensação de alma ampliada no peito que gostaria de nomear meus filhos.


Um pensamento sobre “O nome que queria dar a meus filhos

  1. Que lindo… Ler o que você escreveu ouvindo a música inicial e vendo a pintura e a cena da montanha dá a dimensão dessa grandeza de amor e admiração que você está sentindo…

Só é um Buteco se tiver conversa! Vem, deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s