A palavra é: RECONECTAR

Texto da amiga, colaboradora e butequeira Helen C. Miranda

 

Vieram os 30, logo, logo 31 e cadê a experiência, sabedoria e paciência? Comentei com um amigo: “cheguei aos 30 e tudo que aprendi é que estou ficando velha e intolerante.”

Mas, esse ano, propus um novo experimento – é sou geek mesmo e vou falar em termos científicos. – Tudo começou com uma observação. Uma amiga que eu não vejo há muito tempo me adicionou no Facebook, viu umas fotos minhas e comentou: “Helen vc está muito gata!!!! o tempo foi incrível pra vc!” Não, eu não me acho nada gata e fiquei super constrangida. Dei uma resposta idiota qualquer, me esquivando e esta amiga arrematou, escrevendo: “Bom, Helen, aceite meus elogios porque eu nem sou de babar ovo.”

Ela nem sabe disso, mas me pus a refletir. Vieram então duas hipóteses complementares: 1o eu definitivamente não sabia receber elogios e 2ª, não menos importante, eu também não sabia elogiar.

Dei início ao meu projeto “2010 cheio de amor” (OK, o nome é bem idiota e eu só inventei agora, mas foco nos objetivos).

Objetivos: Me “reconectar” àqueles amigos que me deixaram com um buraco no peito de tanta saudade. Expressar meus sentimentos aos amigos que foram importantes em diferentes fases da minha vida.

Desenvolvendo: Vou dizer que, coincidência ou não, alguns amigos me procuraram antes mesmo de eu procurá-los e com todos a RE-aproximação foi bastante natural. Incrível reencontrar amigos depois de muito tempo, “a essência é a mesma, mas a maturidade… quanta diferença.” Com o primeiro objetivo cumprido, parti pra segunda parte – que certamente seria mais difícil –, mas eu estava determinada e agarrei cada oportunidade. Tive alguns facilitadores, confesso. Defendi minha tese de doutorado no final de junho e como toda tese tem de praxe uma sessão de agradecimentos, foi minha primeira oportunidade: escrevi logo 5 páginas. Não agrupei amigos, escrevi para cada um individualmente. Cobri todos aqueles que foram importantes nesta fase. Bom, serviu pra eu tomar gosto e daí em diante eu “desbundei”. Aproveitei cada oportunidade que tive pra rasgar seda para cada amigo maravilhoso que fez e faz parte da minha vida. Me orgulho de todos, mas ainda estou longe do fim, a lista é longa e tenho uma vida pra completar meus experimentos. Os resultados já estão aparecendo. E como conclusão, #ficaadica: quer tentar? Eu recomendo.

Um pensamento sobre “A palavra é: RECONECTAR

Só é um Buteco se tiver conversa! Vem, deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s