Por que precisamos dos pais?

É engraçado pensar sobre esta questão. A gente parece fundamentar o caráter de uma pessoa somente na mãe. Então, por que os pais são importantes?

Meu pai é um ser único. É especial, exigente, esquecido, excêntrico, muitas coisas com “e”, mas também é muito carinhoso, aberto ao diálogo, espiritualizado. Sei que trocou nossas fraldas, deu banho, mamadeira. Quando ele e minha mãe se separaram, meu pai não usou a situação para se afastar e fingir que não existíamos. Ao contrário, estava sempre presente, mesmo estando distante. Ele sabe o quanto eu o amo, mesmo tendo dado muuuito trabalho.

Pai, desculpe-me, eu te desejo Feliz Dia dos Pais, mas hoje quero escrever para o meu marido…

Meu querido marido não estava preparado para ser pai. Levou um susto, perdeu o rumo, ficou perdido. Todos ao seu redor achavam que ele não daria conta. Ele, apesar dos 28 anos, era um moleque. Não tinha grandes responsabilidades, não pensava em casar-se, muito menos em ter filhos. Ele queria curtir a vida!!

Ao contrário do que todos acreditavam, quando o Cauê nasceu, ele chamou para si tudo e mais um pouco do que lhe era designado. Trocava fraldas, levantava de madrugada, fazia dormir, era compreensível com a mamãe nervosa. Assim, do “nada”, tornou-se pai.

Tão pai que é, tão amoroso e cuidadoso, muitas vezes exagera na super proteção. Não sou eu quem tenta amenizar a dureza. É ele quem tenta tornar-me um pouco mais flexível. Meu marido é aquele tipo “paizão”: bom, bonzinho, doce, “pode quase-tudo”. Vê-lo ser este pai que senta no chão, que brinca, que corre atrás, que se esconde; vê-lo tornar-se cada vez mais consciente de seu papel, mais maduro, responsável é algo que faz com que me orgulhe de ter dito “sim”.

É muito óbvio do quão importante sou para meu filho. Entretanto, vejo como o papel do pai é fundamental para fazer do nosso filho uma criança tão feliz. O Igor é a alegria da nossa casa, ele nos põe para cima, nos faz rir, dá energia a todos nós. Sem o pai, talvez meu filho fosse somente um garotinho mal-humoradinho como a mãe. Talvez ele fosse mais silencioso, menos agitado. Talvez ele não fosse tããããoooo doce quanto é. Porque sei das minhas limitações e sei o quanto meu marido é capaz de superá-las.

Passados três anos do nascimento do Cauê e três Dias dos Pais, este ano, Deus lhe presenteou com algo que ele merece muito: outro filho. Digo: estas crianças são muito sortudas em tê-lo como pai. Pois sei o quanto é difícil encontrar homens que amem seus rebentos mais do que a si mesmos, homens que são capazes de renunciar muito por suas crianças.

Amor, Feliz Dia dos Pais. Sei como, para você, essa não é somente uma celebração qualquer. É como um troféu que você pode mostrar a todos de como você foi e é capaz de ser este pai maravilhoso. Obrigada por mim, obrigada por nossos filhos. Te amo.

5 pensamentos sobre “Por que precisamos dos pais?

  1. Ohhhh que lindo Sô!!!!
    Serviu aqui em casa “de certa forma”, também.
    Muito sincero, muito puro, é isso mesmo, eu concordo contigo de novo …
    Parabéns pra vocês mamães e papais que se identificarão, em algum momento, com as palavras dessa crônica.
    bjux

  2. Assino embaixo. Esse compadre aí – e em breve compadre em dose dupla, não é mesmo? – é um pai com P maiúsculo, perdoem-me o clichê. Um homem como poucos, que chama para a sua a deliciosa responsabilidade de amar um filho, sem ressalvas. Um homem que exerce de forma brilhante o melhor papel que pode ter: ser pai.
    Parabéns, paizão, que sorte a de minha amiga e dessas crianças de terem te trombado pelo caminho, que sorte!

Só é um Buteco se tiver conversa! Vem, deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s