O trabalho e a vida familiar

Constituir uma família não significa somente casar-se e ter filhos. Ser família demanda, de cada um, uma energia, um amor e uma dedicação inigualáveis.

É muito difícil em um mundo tão atrativo como o nosso preocupar-se com os outros. E “outros” não siginifica somente a degradação do planeta ou pessoas que passam necessidades.

Dedicar-se à carreira profissional, à vida social, às facilidades tecnológicas é muito mais atrativo e fácil que dedicar-se a formar uma família. Pois, para isso, o outro passa ter uma importância tão grande quanto nós mesmos.

A família, assim como a vida, é de uma grande poeticidade. É o conjunto de diferentes palavras que, juntas, dão significado, ritmo e beleza aos versos. Diferentemente do que se diz, um bom poema não vem somente de inspiração. É necessário que o poeta trabalhe cada sílaba, cada palavra para que o resultado seja um deleite aos outros. Do mesmo modo, a vida familiar. Cada um é poeta neste poema em conjunto. O trabalho parece dobrado para dar sentido a vidas tão distintas.

Muitas vezes vejo as pessoas reclamando da quantidade de trabalho que têm e do pouco que ficam com a própria família. Vamos deixar de lado da discussão aqueles que precisam trabalhar muuuito para conseguir uma cesta básica, pois o motivo pelo qual se afastam da própria família é óbvio. Por outro lado, grande parte das outras classes sociais trabalha muito e não necessariamente é porque faltará algo em casa. A gente se pega falando o diabo por causa das exigências profissionais, mas não consegue abrir mão de nada para que fiquemos mais em casa: reuniões absurdas, congressos que viram passeio, happy hour com colega, horas a mais na empresa – pergunto por que e para quê?

Qual é o sentido de não vermos (ou não termos) nossas próprias casas como lugar para ser feliz e descansar? Por que nos atolamos no trabalho para deixarmos nossos próprios filhos com estranhos? Um homem disse para meu marido: “Vou dar um gás por quinze anos e depois vou curtir minha família”. Nossa, daqui quinze anos o Cauê terá 18 e não estará mais afim de ficar conosco. Será que meu filho (e nós quando crianças) não preferiria que ficássemos mais com ele agora do que mais tarde?

Gostaria muito de saber o que vocês acham e polemizar este assunto… que tal?

Depois de ler um post no blog Rede Mulher, resolvi adicionar duas propagandas que relacionam-se com esse post.

Anúncios

4 pensamentos sobre “O trabalho e a vida familiar

  1. Bom… eu não tenho filhos, não sou casada, mas tenho namorado e família, falarei por esse ponto de vista.
    Quando decidi abrir uma empresa, sabia que teria que dedicar muito mais horas para ela do que se fosse funcionária em algum lugar. No entanto, sempre pensei que, nessa empresa, tudo seria diferente: as pessoas teriam abertura para serem mais humanas, as horas poderiam ser mais maleáveis, seria um lugar aberto para que todos levassem suas famílias para conhecer, visitar e se sentirem à vontade.
    A empresa cresceu e somos, agora, uma equipe. Logicamente não é um parque de diversões, mas acho que é muito do que sonhei.
    Na minha experiência compreendi que não é preciso, necessariamente, nos distanciarmos do trabalho para poder dar atenção à família, talvez possamos trazer a família um pouco ao trabalho, fazer um happy hour e misturar todo mundo ou receber visitas com cafés no meio da tarde. Tudo é válido para tornar a rotina mais interessante e melhorar a qualidade de vida de todos, dentro de nossas possibilidades.
    Enfim, acredito que não há tanta separação entre a vida profissional, particular e familiar. No final das contas acho que temos que aproveitar tudo, a presença de todos e o carinho que podemos dar e receber ao máximo sempre.

Só é um Buteco se tiver conversa! Vem, deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s